Efeitos da programação e suspensão de metacontingências sobre operantes e culturantes

Contenido principal del artículo

Fábio Henrique Baia
Isabella Guimarães Lemes
Alina Barboza Cabral Biano
Raiene Sara Cardoso Pereira
Lesley Diana de Sousa

Resumen

Este estudo investigou os efeitos da programação e suspensão de metacontingências sobre operantes e culturantes. Participaram 12 universitários distribuídos em quatro tríades. Duas tríades foram expostas a um procedimento em que a mudança entre condições foi sinalizada por diferentes cores do fundo de tela. Outras duas tríades foram expostas a um procedimento em que não havia sinalização. A tarefa experimental utilizada foi a inserção de números. Todas as tríades foram expostas ao delineamento ABAB. Durante a condição A apenas contingências operantes estavam em vigor. Na condição B, contingências operantes e metacontingências estiveram em vigor. Os resultados demonstram que operantes ocorreram em mais de 90% das tentativas em todas as condições. Já os culturantes ocorreram em menos de 35% das tentativas durante a condição A. Na condição B os culturantes ocorreram em mais de 90% das tentativas. O retorno à condição A e a reexposição à condição B replicaram os resultados encontrados na primeira exposição de cada condição. A ausência de sinalização não produziu efeitos diferenciais em operantes e culturantes. Conclui-se que houve seleção de operantes e culturantes. São discutidos possíveis efeitos do critério de estabilidade utilizado.

Detalles del artículo

Cómo citar
Baia, F. H., Lemes, I. G., Cabral Biano, A. B., Cardoso Pereira, R. S., & de Sousa, L. D. (2017). Efeitos da programação e suspensão de metacontingências sobre operantes e culturantes. Acta Comportamentalia: Revista Latina De Análisis Del Comportamiento, 25(4). Recuperado a partir de https://journals.unam.mx/index.php/acom/article/view/62674