O uso de Sistema de Frequência Modulada no ensino de leitura para crianças com defiiência auditiva

Contenido principal del artículo

Layse Maria dos Santos Ferreira
Carmen Silvia Motta Bandini
Heloísa Helena Motta Bandini
Deisy das Graças de Souza

Resumen

O objetivo do estudo foi ensinar leitura para crianças com defiiência auditiva, usuárias de aparelho de amplifiação sonora individual (AASI), por meio do uso conjunto de um procedimento informatizado de ensino e de Sistemas de Frequência Modulada (FM). Participaram seis crianças de 7 a 15 anos, três com defiiência auditiva e três ouvintes. Os escores dos participantes no pré-teste de leitura foram iguais ou inferiores a 40%. O ensino foi informatizado e realizado por meio de tarefas de escolha de acordo com o modelo, que estabeleciam relações entre palavras ditadas e palavras impressas e entre palavras ditadas e fiuras, complementadas por cópia e ditado (escrita) com letras móveis. As
crianças com defiiência auditiva utilizavam AASI, interligados a Sistemas FM, que garantem a integridade das instruções sonoras apresentadas via computador. Foram realizados pós-testes de leitura das palavras ensinadas, de palavras novas (generalização), de escrita com letras móveis, de escrita
manuscrita e de formação de classes de equivalência (leitura com compreensão). As crianças com defiiência auditiva aprenderam a ler, com resultados semelhantes aos das crianças ouvintes. A efiácia do ensino informatizado, aliado ao recurso dos sistemas de FM, estendeu-se para a reabilitação de defiiência auditiva de crianças em fase de alfabetização.

Detalles del artículo

Cómo citar
dos Santos Ferreira, L. M., Motta Bandini, C. S., Motta Bandini, H. H., & das Graças de Souza, D. (2016). O uso de Sistema de Frequência Modulada no ensino de leitura para crianças com defiiência auditiva. Acta Comportamentalia: Revista Latina De Análisis Del Comportamiento, 24(4). Recuperado a partir de https://journals.unam.mx/index.php/acom/article/view/57979